Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On LinkedinVisit Us On Instagram
Pharma InnovationDestaques Empresas & NegóciosLaboratório inaugura 1ª planta do Brasil para produzir insumos de medicamentos contra câncer

Laboratório inaugura 1ª planta do Brasil para produzir insumos de medicamentos contra câncer

  • Written by:

Indústria farmacêutica em Itapira será a primeira do país a fabricar os próprios insumos de remédios para câncer. 

O laboratório farmacêutico Cristália inaugurou, na manhã desta terça-feira (6) em Itapira (SP), uma planta especializada na produção de insumos para a criação de medicamentos contra o câncer. De acordo com a empresa, será a primeira unidade do segmento do Brasil.

De acordo com a farmacêutica, atualmente o Brasil importa 100% dos insumos para produção de remédios oncológicos do país. A ideia da empresa é mudar a realidade com a fabricação de seis insumos de alta potência, que serão utilizados para o tratamentos de adenomas, câncer de mama, pulmão, medula, ossos e cérebro.

A nova planta tem 3 mil metros quadrados e contou com investimento de R$ 150 milhões. A empresa já tem uma planta oncológica para a produção do medicamento final, mas os insumos ainda precisavam ser importados.

A fábrica ficará responsável por fornecer para a unidade farmacêutica os seguintes insumos:

♦Ácido zoledrônico, para inibição da reabsorção óssea osteoclática do tumor;

♦Bortezomibe, indicado para o tratamento de mieloma múltiplo;

Cabergolina, para o tratamento de adenomas hipofisários secretores de prolactina e hiperprolactinemia idiopática;

♦Anastrozol, para o tratamento do câncer de mama em mulheres pós-menopáusica;

♦Pemetrexede, para o tratamento de mesotelioma pleural e câncer de pulmão;

♦Temozolomida, utilizado no tratamento de cânceres cerebrais e para o glioblastoma multiforme.

Déficit comercial

A capacidade de produção da nova planta será de 6 a 8 toneladas por ano. Ainda segundo a indústria farmacêutica, a fabricação nacional dos insumos contribui para a redução do déficit na balança comercial, já que diminui consideravelmente a importação.

Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Insumos Farmacêuticos, em 2018, o Brasil importou US$ 10 bilhões em medicamentos e insumos farmacêuticos e exportou apenas US$ 1,8 bilhões, o que resultou em um déficit de US$ 8,2 bilhões.

 

 

Fonte: G1 06.08.19

Comments are closed.